segunda-feira, 4 de julho de 2011

A CULPA É DE DEUS OU DE NÓS MESMOS? (ARTE: MULHER MARAVILHA)




Hoje fui treinar jiu jitsu e no fim do treino, como de costume, o mestre sempre nos proporciona palavras sábias e de reflexão, as palavras de hoje foram muito profunda. É culpa de Deus os problemas da sua vida ou a culpa é de você mesmo?
Parafraseando o mestre Pernambuco “imagine um homem adulto que quer um emprego e não consegue, a culpa disso é de Deus? Ou é porque ele não tem estudo e/ou qualificação o suficiente para área que ele quer trabalhar? Ou poderia ser que ele não corre em busca do emprego e simplesmente fica em casa esperando cair do céu? Ou poderia ser que ele não se prepara Para as entrevistas de emprego? Se olhe no espelho e se pergunte: Eu faço por merecer o que eu desejo? Eu me dedico a buscar o que eu quero? Eu busco meus sonhos/objetivos fazendo todo o possível para realizá-los ou espero cair do céu colocando a culpa em deus quando as coisas não acontecem do jeito que eu desejo? REFLITAM SOBRE ISSO”.
Não podemos colocar a culpa em Deus sobre as coisas da nossa vida, como Chris Gardner (Will Smith) diz no filme A procura da felicidade: "Se você tem um sonho, tem que correr atrás dele.” Não só sonhos e objetivos, se você quer alguma coisa faz por onde merecer isso que você quer, independente do que seja emprego ou uma namorada, um presente ou qualquer outra coisa, se der errado reflita sobre suas ações e persistam nos seus objetivos porque quando você faz a sua parte Deus automaticamente dá “uma mãozinha ”(é nisso que acredito).

PROCESSO CRIATIVO DA ILUSTRAÇÃO

Essa ilustração foi feita com finalidade de complementar meu atual portfólio porque estou tentando um emprego e também é um ponto chave no desenvolvimento das possibilidades de arte final que posso estar utilizando na minha arte. Inspirado numa coisa meio Adriana Melo + Adan Hughes + Shinkiro procurei fazer uma arte linear e dar soluções no grafite, acredito que encontrei a melhor forma para eu trabalhar cabelos, pois dessa forma eu aperfeiçoei características da minha origem no desenho, posso dizer algo parecido da pele também (ainda que eu vá explorar mais coisas), procurei esfumaçar de forma bem solta e leve ( confesso que utilizei o dedo para esfumaçar) a ponto de expressar somente as formas principais. Já nos outros elementos procurei representar (os metais) e chapar de um tom escuro as roupas de tom mais escuro (ainda vou estudar essa solução melhor).

Enfim estou cada vez mais procurando produzir artes de alta qualidade e agora que estou quase de férias prometo postar boas ilustrações e me preparar para exposição em setembro.

Obrigado galera


P.Henrique